INS capacita cerca de 20 técnicos em Comunicação Aplicada à Saúde

No âmbito da divulgação dos resultados vigilância das causas de morte em crianças menores de cinco anos em Moçambique, o Instituto Nacional de Saúde (INS), em colaboração com a ProEpi (Associação Brasileira de Profissionais de Epidemiologia de Campo) realizaram de 23 a 27 de Abril de 2018, o Curso sobre Comunicação Aplicada à Saúde, dirigido aos Técnicos de Comunicação, Investigadores e representantes de programas/direcções ao nível do Ministério da Saúde (MISAU).

O curso abordou questões teóricas e práticas relacionadas com as estratégias eficazes de comunicação de resultados de pesquisa para os diversos grupos de público. A chefe de departamento de Ensino, Informação e Comunicação, Sónia Enosse, disse durante a abertura do evento que a organização do curso visa essencialmente capacitar os técnicos (potenciais oradores) em ferramentas para comunicar de forma eficaz com os meios de comunicação social e com a sua comunidade perante situações de surtos, emergências, bem como outros eventos de saúde pública.

Durante a semana foram abordados temas como: comunicação como ferramenta estratégica, princípios da produção jornalística, linguagem jornalística, fotografia como evidências em investigações de surto, assessoria de imprensa, técnicas de entrevista aplicadas a situações de risco em saúde e comportamento diante de câmaras, aplicação de conceitos básicos de Jornalismo, comunicação para o desenvolvimento, técnicas de redacção e oratória.