Determinantes de Doenças Crónicas

Coordenadora: Ana Olga Mocumbi

- Médica formada pela Universidade Eduardo Mondlane

- Especialista em Cardiologista

- Doutouramento em Epidemiologia de Doenças Cardiovasculares Negligenciadas, Imperial College London – Reino Unido

- Email: amocumbi@gmail.com

- Contacto: 823294990

 

As Doenças Não Transmissíveis (DNT) são um problema de saúde pública que ameaça a sustentabilidade do serviço nacional de saúde, e compromete o alcance dos objectivos de desenvolvimento sustentável no nosso país. A estratégia global de prevenção e controle da Organização Mundial de Saúde (OMS), concentra-se no controle dos factores de risco (uso de tabaco, abuso de álcool, inactividade física e dieta desequilibrada), das principais doenças determinadas por estes (cardiovasculares, respiratórias, cancro e diabetes), do trauma e dos distúrbios de saúde mental.

As prioridades de pesquisa em determinantes de doenças crónicas incluem: modelos para integração das DNT nos sistemas de vigilância epidemiológica; avaliação de plataformas para prestação de cuidados de saude para DNT de forma integrada; descrição do perfil e tendências de DNT, particularmente pesquisa epidemiológica comunitária e hospitalar para determinação da carga de doença crónica em Moçambique. Os projectos de pesquisa clínica decorrem nas três regiões do país (Hospital Geral de Mavalane, Hospitais Central da Beira, Hospital Central de Nampula, Hospital Central de Maputo). Projectos na comunidade estão neste momento a decorrer na Cidade de Maputo, e nos Distritos de Marracuene e Inharrime.

Decorre actualmente pesquisa científica nas áreas priorizadas pela estratégia da OMS (hipertensão arterial e outros factores de risco) mas tambem em doenças crónicas negligenciadas de elevada relevância geográfica (Cardiopatia Reumática, Miocardiopatias Tropicais) e manifestações crónicas associadas á infecção pelo HIV. Finalmente, decorrem ensaios clínicos para potencial transferência de tecnologia de diagnóstico e novos agentes terapêuticos para tratamento de doenças endémicas.

A equipe do PDDC é composta por seis médicos (1 Doutourado e 1 Mestrado) a tempo inteiro e dois enfermeiros do Hospital Geral de Mavalane (um licenciado e outro de nível médio) a tempo parcial. Tem projectos de colaboração com várias instituições internacionais, nomeadamente da Inglaterra (Imperial College London, Magdi Yacoub Institute), África do Sul (Universidade de Cape Town, Universidade de Stellenbosch, Hatter Institute for Cardiovascular Research in Africa), Uganda (Universidade de Makerere), Portugal (Universidade do Porto, Instituto de Higiene e Medicina Tropical de Lisboa) e Estados Unidos da América (Universidade de Califórnia San Diego, Harvard Medical School).