buy cheap generic cialisactive ingredient in valtrexclomid fact sheetstrattera bipolar iiviagra delayed ejaculationzoloft prurigo nodularisdosges liquid cialisstimulant effects of hydrochlorothiazidelasix dog medicineclomid cervical mucusalternatives to lexaprocontraindications retin az max zithromaxcelexa with darvocet interactionsshelf life of amoxilaction of lasixlevitra trial offerviagra with womenzoloft lose weight
viagra ads on xm radiogood canadian pharmacy to buy viagracialis softabs 20mgcialis greecebuying viagra in chinacombivent inhalermy canadian pharmacy reviewsreditabs viagrahealthy mantop quality canadian pharmacycb1 weight gain pill reviewscanadian pharmacy american expressprednisone with no prescriptionviagra for salecanada nizagara
methylprednisolonebuy doxycycline hyclate onlinemexican pharmacy no prescription neededcanadian pharcharmyhow to buy wellbutrin cr on linenitrofurantoinhow do i buy viagra onlinebrand viagra canadian pharmacyonline purchase antiboitic for clamydiapurchase levitrakamagra amexcrestor similar drugsonline viagra by checkadults toy stoy pay by e check onlinegeneric propecia canada
how long will viagra workovernight delivery viagrablue pill not viagrawarning window buy viagra nowviagra women depressed statisticslevitra cialis viagra onlinecialis and the prostatevenetian las vegas effects viagraorder canada super viagraviagra side effects incidenceviagra 50 mg store in canadainjectable viagracialis effecacitive ingredient in cialisnatural alternative to viagra or cialiscialis from canadian pharmacyon line viagra purchaseviagra discount europehow to make viagra work betterq viagra search
natural viagra substitute25 and on viagracialis pill cutterbuy cialis inur ordercialis commercial cow hot tubviagra being a controlled substanceviagra litigationviagra and erectionmexico cialisnever mix steroids with viagracompra cialis en espa ageneric viagra generic cialis pillscialis soft drug nameaphrodisiac cialis softviagra professional 100mg pills buy onlineusing viagra too early
order maxalt migraine medicineseroquel pharmacy online canadaworld best online pharmacydapoxetine usavaltrex wholesaleviagra forumcanadian health care mallbuy amitriptyline without rxpharmacy support group cialisatacand hctalbendazole buy onlinez pak 3 dayviagra in dubai legalantabuse pillsaverage monthly cost of cialisrhine incviagra uk next day deliverycialis online usa prescriptions

ESTUDANTES BENEFICIÁRIOS DA BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA APRESENTAM PROPOSTAS DE TRABALHOS DE PESQUISA

O Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PBIC) do Instituto Nacional de Saúde (INS), realizou no dia 08 de Fevereiro a primeira apresentação oficial da proposta de plano de actividades a serem desenvolvidas por estudantes admitidos durante a vigência da bolsa na edição 2016/2017.

O evento foi dirigido pela chefe do Departamento de Ensino, Informação e Comunicação, Sónia Enosse, que na ocasião deu a conhecer o contexto da implementação do PBIC.

Segundo Enosse, o Programa visa essencialmente estimular a participação dos estudantes de várias instituições de ensino superior em actividades de pesquisa nas diversas áreas de conhecimento, proporcionando-lhes formação científica e tecnológica, contribuindo deste modo para a sua formação académico-profissional.

Para a edição 2016/2017, foram seleccionados após concurso público, seis estudantes provenientes da Universidade Eduardo Mondlane e Escola Superior de Jornalismo.

EX-BOLSEIRO DE INICIAÇÃO CIENTIFICA FALA DA SUA EXPERIÊNCIA NO PBIC


Este ano o PBIC completa 7 anos após da sua introdução no INS, por esse motivo, julgou-se conveniente trazer a história de um dos primeiros jovens a se beneficiarem da iniciativa e um dos que actualmente fazem parte do quadro de pessoal do INS.

Trata-se de Celso Khosa, Médico pesquisador do INS afeto ao Centro de Investigação em Saúde da Polana Caniço (CISPOC). Celso Khosa foi estudante do curso de medicina da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) entre os anos 2006 e 2012. Em 2011 concorreu e foi admitido ao PBIC e no fim do programa em 2012 foi contratado para fazer parte dos recursos humanos do INS.

Passado cinco anos após o fim da bolsa, Celso Khosa fala da sua experiência como bolseiro no INS. Assim, convidamos o estimado leitor a acompanhar o breve depoimento do nosso interlocutor na entrevista que se segue.

 
1. De que forma teve conhecimento da bolsa?

R: Tive conhecimento da Bolsa através de um edital na Faculdade de Medicina, e tive mais informação junto à secretaria do INS.

 2. O que lhe motivou a concorrer para à BIC?

R: A grande motivação foi a vontade de saber mais sobre as pesquisas que são desenvolvidas no ramo da saúde em Moçambique. Sabendo que o INS é a maior instituição vocacionada à pesquisa em saúde no país, julguei oportuno concorrer e aproveitar todo o conhecimento que os profissionais da instituição tinham para transmitir.

 3. O que significou a Bolsa de Iniciação Científica para si?

R: A Bolsa de Iniciação Científica foi um marco de grande importância  para mim como estudante de medicina e actualmente como profissional. Na altura como estudante do 5º ano do curso de medicina, a bolsa motivou-me a investigar os diagnósticos alternativos e melhores opções de tratamento para os pacientes. Para além disso, a bolsa ajudou-me de certo modo a decidir melhor na escolha profissional. Foi a bolsa que me motivou a seguir a carreira de investigação.

 4. Quais foram os ganhos tidos da bolsa?

R: Durante a vigência da bolsa fui submetido ao ambiente de pesquisa, de discussões com investigadores seniores, obtive conhecimento sobre ética em pesquisa e boas práticas clínicas. Esta experiência tornou-me um melhor estudante e profissional que sou hoje.

 5. Que mensagem tem a deixar para os bolseiros de 2017 e para os que pretendem beneficiar-se da bolsa?

R: A Bolsa de Iniciação cientifica é uma oportunidade ímpar de trabalhar num ambiente de pesquisa de nível internacional, uma vez que o INS promove um ambiente profissional e académico singular com exposição multidisciplinar e multicultural. Ao mais alto nível da instituição existe um cometimento com a exposição e motivação dos jovens profissionais.

6. Qual foi o papel da bolsa para a actividade que hoje exerce?

R: A Bolsa teve um impacto directo na minha escolha de carreira, seguir a carreira de investigador. Naquela época, para um médico recém-formado, seguir a carreira de investigador parecia algo não comum. Contudo, apesar das dúvidas tidas na altura, hoje sinto que tomei a melhor decisão.

 

 

 

 

Copyright © 2017 Instituto Nacional de Saúde.